Microsoft ultrapassa um bilião de dólares em capitalização bolsista

É a terceira empresa tecnológica a atingir esta fasquia, juntando-se à Apple e à Amazon.

Universidade dos Governadores Ocidentais
Foto
Satya Nadella, CEO da Microsoft JASON REDMOND / Reuters

A Microsoft ultrapassou pela primeira vez, na quinta-feira, o marco de um bilião de dólares em capitalização bolsista, impulsionada pelos bons resultados trimestrais apresentados na quarta-feira, tornando-se na terceira empresa a atingir esta fasquia.

A Microsoft junta-se assim à Apple e Amazon ao entrar no selectivo clube de empresas cotadas em bolsa — todas tecnológicas — que conseguiram estar valorizadas em mais de um bilião (um milhão de milhões) de dólares na bolsa norte-americana. 

Os títulos da tecnológica com sede em Redmond (Washington) ganharam 5% no início da sessão no Nasdaq e chegaram a atingir 131,37 dólares, acima da fasquia de 130,51 dólares necessários para atingir o marco.

No dia anterior, quarta-feira, a Microsoft tinha anunciado resultados do trimestre terminado em Março acima dos estimado pelos analistas, com as receitas a subirem 14% para 30,6 mil milhões de dólares (cerca de 27,3 mil milhões de euros, à taxa de câmbio actual).

Os lucros subiram 18,6% para 8,8 mil milhões de dólares (7,8 mil milhões de euros).

A Apple foi a primeira empresa a ultrapassar a valorização de um bilião de dólares, em Agosto do ano passado. A Amazon conseguiu feito semelhante em Setembro de 2018. Neste momento, nenhuma das três empresas mantém a valorização acima dessa fasquia.