A Taça de Inglaterra vai deixar de ter champanhe

A Federação Inglesa de futebol justifica a decisão com o desejo de proteger menores e jogadores pertencentes a comunidades em que não é permitido consumir álcool.

A festa do vencedor da Taça de Inglaterra vai ser com imitação de champanhe
Foto
A festa do vencedor da Taça de Inglaterra vai ser com imitação de champanhe Reuters/DAVID KLEIN

Os festejos no Estádio do Wembley do vencedor da Taça da Inglaterra de futebol vão passar a ser feitos com imitação de champanhe, não alcoólico, anunciou nesta quarta-feira a Federação Inglesa (FA).

“É uma forma de garantir o respeito por jogadores e comunidades que estão proibidos de consumir bebidas alcoólicas, bem como jogadores que tenham menos de 18 anos”, lê-se num comunicado do organismo.

Habitualmente, após a final da Taça de Inglaterra, eram distribuídas garrafas de champanhe aos jogadores do clube vencedor em pleno relvado e também nos balneários.

Esta época, o Watford defronta o Manchester City na partida decisiva da Taça de Inglaterra, agendada para dia 18 de Maio, no Estádio de Wembley, em Londres. No Watford, o médio Abdolulaye Doucoure professa a religião islâmica, enquanto no Manchester City Riyad Mahrez, Benjamin Mendy e Ilkay Gundogan também seguem essa fé.

Desde 2012 que a Liga inglesa deixou de entregar garrafas de champanhe com álcool aos vencedores do prémio de homem do jogo depois de alguns futebolistas muçulmanos se terem recusado a aceitá-las.