Marcos Freitas e Tiago Apolónia seguem em frente no Mundial

João Monteiro e João Geraldo foram eliminados na ronda de 64 da competição.

Foto
LUSA/JULIEN WARNAND

O terceiro dia do Campeonato do Mundo de ténis de mesa, que decorre em Budapeste, Hungria, arrancou com um pleno de triunfos para Portugal no quadro de singulares masculinos, mas só dois jogadores permanecem em prova depois da ronda de 64, que fechou a jornada.

Marcos Freitas foi o primeiro a qualificar-se. Começou por bater o brasileiro Thiago Monteiro, por 4-1 (12-10, 12-10, 9-11, 13-11, 11-8), e depois impôs-se ao mexicano Marcos Madrid, por 4-0 (11-9, 11-5, 11-6, 11-8).

Pouco depois, Tiago Apolónia seguiu-lhe as pisadas. No início da tarde tinha superado o equatoriano Alberto Mino, por 4-0 (11-8, 11-9, 11-5, 11-9) e mais tarde deu a volta ao resultado diante de Chih-Yuan Chuang, de Taipé, vencendo por 4-3 (7-11, 11-7, 8-11, 9-11, 11-6, 11-8, 11-8) e apurando-se para a próxima eliminatória, que reúne os 32 melhores jogadores mundiais.

Pelo caminho ficaram João Monteiro (ganhou ao ucraniano Yevhen Pryshchepa por 4-2 e perdeu com o chinês Zhendong Fan por 4-0) e João Geraldo (bateu o egípcio Omar Assar por 4-3, antes de cair perante o coreano Sangu Lee, por 4-0).