Zelenskii vence Poroshenko num debate no estádio de Kiev

Os dois candidatos à presidência da Ucrânia repetiram os seus discursos de campanha e apostaram mais na coreografia. Zelenskii, o candidato humorista, continua a ser o grande favorito.

Volodimir Zelenskii recolhe entre 60 e 70% das intenções de voto
Fotogaleria
Volodimir Zelenskii recolhe entre 60 e 70% das intenções de voto LUSA/SERGEY DOLZHENKO
Fotogaleria
Petro Poroshenko foi eleito em 2014 Reuters/VALENTYN OGIRENKO
Fotogaleria
Reuters/VALENTYN OGIRENKO

Numa campanha eleitoral para a Presidência da Ucrânia dominada por um actor cómico, o cenário do único debate em directo entre os dois nomes que passaram à segunda volta não podia ser mais adequado. Esta sexta-feira, o Presidente Petro Poroshenko e o pretende ao cargo, o humorista e grande favorito Volodimir Zelenskii, fizeram as suas últimas jogadas perante os eleitores no Estádio Olímpico de Kiev, num palco cheio de apoiantes e num ambiente que fez lembrar um decisivo jogo de futebol.

Durante uma hora, os dois candidatos falaram num tom vigoroso para os dois grupos de apoiantes que os ouviam no relvado – um grupo à frente do palco, a apoiar Zelenskii, e outro mais lá atrás, depois da linha de meio-campo, a puxar por Poroshenko.

Em vários momentos, a coreografia entre os dois rivais também subiu ao nível da campanha eleitoral: Poroshenko, que falou sempre com os olhos nas câmaras, chegou a plantar-se a meio metro de Zelenskii, virado para ele, enquanto o humorista lia uma parte do seu discurso sem tirar os olhos do papel.

Quando Poroshenko provocou Zelenskii por causa de um pedido de desculpas ao líder tchetcheno, Ramzan Kadirov – dizendo que ele se ajoelhou perante o aliado de Vladimir Putin –, o favorito à vitória nas eleições de domingo abeirou-se da frente do palco e ajoelhou-se: “Em honra de cada soldado ucraniano morto, de cada criança órfã, de cada viúva.”

Assim que viu Zelenskii a ajoelhar-se, Poroshenko virou-se para Tetiana Richkova, uma conhecida voluntária na guerra no Leste da Ucrânia, e ajoelhou-se perante ela.

“Na minha opinião, foi Zelenskii quem ganhou o debate”, disse no Twitter a jornalista ucraniana Miroslava Petsa, da BBC. “Ele tomou conta dos temas e forçou Poroshenko a escolher entre manter-se colado ao seu guião ou improvisar respostas à lista de perguntas de Zelenskii. Poroshenko, um bom orador, foi apanhado de surpresa e pareceu esmagado.”

Katerina Kruk, uma analista política que foi activista na revolução na Ucrânia em 2014, considera que o debate desta sexta-feira não mudou as perspectivas dos dois candidatos para o dia decisivo, no domingo – segundo as sondagens mais recentes, Zelenskii recolhe entre 60% e 70% das intenções de voto, e deverá suceder a Poroshenko na Presidência do país.

“Houve alguns bons momentos no debate, mas no geral não vai mudar nada”, disse Kruk. “Poroshenko fala melhor em público, mas Zelenskii falou melhor do que se esperava. Foi uma troca de ofensas e de discursos preparados, e não um debate sobre o futuro.”