Opinião

Pois se a família está toda em Lisboa e no Porto...

O resto de Portugal – modestos 95% da área de todo o continente – que se lixe. Fica a chuchar na pistola do combustível e é convidado a deslocar-se para o trabalho de bicicleta.

Para todos aqueles que acham que esta coisa de encher um governo de amigos e familiares, muito fechadinhos na sua concha política lisboeta, é um problema sobrevalorizado e sem grandes implicações no dia-a-dia, deixo aqui uma sugestão de leitura: alínea b) da Resolução do Conselho de Ministros n.º 69-A/2019, onde se procede “à requisição civil dos trabalhadores motoristas em situação de greve”.