Directores das polícias convocados de urgência para decidirem medidas de segurança

Secretária-geral do Sistema de Segurança Interna convocou reunião de urgência com PSP, GNR, PJ e SEF. Em causa está a necessidade de elencar medidas a tomar quanto a problemas de segurança decorrentes da corrida às gasolineiras e a possível corrida a supermercados e farmácias.

Foto
LUSA/TIAGO PETINGA

A secretária-geral do Sistema de Segurança Interna, Helena Fazenda, convocou os directores de todas as polícias – GNR, PSP, SEF e PJ – para uma reunião de emergência que começou às 18h no Gabinete Coordenador de Segurança, em Lisboa. A notícia foi avançada pelo Diário de Notícias e confirmada ao PÚBLICO por fonte que está a acompanhar o processo.

A reunião servirá para avaliar a crise provocada pela falta de combustíveis decorrente da greve dos motoristas de matérias perigosas e delinear já um leque de medidas a colocar em prática para o caso da crise energética – o Governo emitiu uma declaração de emergência já nesse sentido – evoluir para uma crise de segurança com alguns problemas junto de supermercados, farmácias, hospitais e outros serviços considerados estratégicos.

Durante a reunião, e pensando na corrida aos postos de combustível e a possível corrida aos supermercados, os responsáveis das polícias irão debater o que fazer para salvaguardar a segurança das pessoas nesse contexto em que terão de ser colocadas em prática medidas de segurança e de ordem pública.

A greve começou ontem e quase metade dos postos de combustível já estão em ruptura.

Sugerir correcção