É o novo single de Madonna, Medellin, e sabe (um pouco) a reggaeton

A primeira canção do novo álbum, uma colaboração com Maluma, foi revelada no mesmo dia em que foi anunciada para 14 de Junho a edição de Madame X, que tem uma versão de Faz gostoso, de Blaya

,Madame X
Foto
A capa do novo álbum foi também revelada esta quarta-feira DR

Não demorou muito. Há três dias ficámos a conhecer a nova identidade de Madonna, Madame X, mulher de múltiplas identidades que dará também título ao seu novo álbum. Esta quarta-feira chegou o single previamente anunciado, Medellín, gravado em dueto com o colombiano Maluma, e foi também revelada a capa (onde Madonna surge encarnando uma das identidades de Madame X) e o alinhamento, onde, além de Maluma, estão creditadas colaborações com Quavo, rapper do trio hip hop Migos, com Swae Lee, do duo hip hop Rae Sremmurd, e com a brasileira Anitta, esta numa versão de Faz gostoso, o grande sucesso de 2018 da portuguesa Blaya.

A cantora de La isla bonita estará presente dia 24 de Abril, às 21h, num especial da MTV, MTV Presents Madonna Live & Exclusive, onde será apresentado o vídeo para o single agora editado. O programa, emitido a partir de Londres, contará também com a presença, em directo de Miami, de Maluma e, nele, Madonna discutirá o processo de gravação do álbum e as influências que o atravessam. Responderá também a perguntas de fãs, não só os londrinos, mas também os reunidos em eventos MTV em Nova Iorque, Milão e São Paulo.

O álbum que sucede a Rebel Heart, editado em 2015, foi criado durante o período recente em que Madonna tem tido Lisboa como casa e a própria já referiu que essas vivências serão representadas no novo álbum. Para saber de que forma tal influenciou as suas canções teremos porém que esperar pela chegada de Madame X, com edição marcada para 14 de Junho e onde estão para já confirmados, como produtores, três nomes: Mirwais Ahmadzaï, co-produtor de álbuns anteriores de Madonna (Music e American Life), Mike Dean (produtor de Rebel Heart) e Diplo. O que sabemos é aquilo que Madonna escreveu há três dias, quando desvendou a sua nova personagem. Madame X é, então, “uma agente secreta a viajar pelo mundo, a mudar de identidades, a lutar pela liberdade, a trazer luz para lugares sombrios. Madame X é uma bailarina de Cha-Cha-Chá. Uma professora. Uma chefe de Estado. Uma governanta. Uma cavaleira. Uma prisioneira. Uma estudante. Uma mãe. Uma criança. Uma professora. Uma freira. Uma cantora. Uma santa. Uma prostituta. E uma espia na casa do amor”.

No alinhamento agora revelado surgem dois nomes recentes do hip hop norte-americano, Quavo e Swa Lee, e duas estrelas sul-americanas da música actual, Maluma e Anitta, que, são, também, rostos visíveis das mudanças em curso no panorama actual, em que o predomínio do inglês cede terreno mundo fora (estarão ambos em Portugal nos próximos meses, o primeiro dia 21 de Julho na Altice Arena, em Lisboa, a segunda dia 7 de Agosto no Meo Sudoeste, na Zambujeira do Mar). Além de Medellín, encontramos no alinhamento de Madame X a supracitada Faz gostoso e Bitch I’m loca, a segunda colaboração do disco com Maluma – entre as treze canções, também se encontra uma canção intitulada Batuka, porventura aquela onde se ouvirá a Orquestra de Batukadeiras, o grupo percussionista cabo-verdiano nascido no Bairro do Zambujal, Amadora, que, segundo divulgado por Madonna nas suas redes sociais, marcará presença em Madame X.

Uma das canções do novo álbum será apresentada ao vivo pela cantora em Israel, durante a sua actuação como estrela convidada da final da Eurovisão, que acontece dia 18 de Maio em Telavive.