Inspecção da Saúde instaurou processos disciplinares a 17 médicos

Número de 2018 duplicou em relação a 2017. Prestação de cuidados de saúde e violação de deveres profissionais são principais motivos para abertura de processos disciplinares.

Foto
O número de processos disciplinares contra médicos duplicou no último ano Rui Gaudencio

No ano passado, a Inspecção-Geral das Actividades em Saúde (IGAS) abriu 19 processos disciplinares. A maioria dos profissionais de saúde visados eram médicos (17), mas um enfermeiro e um técnico superior também foram alvo deste tipo de averiguações. Os dados avançados ao PÚBLICO pela IGAS na sequência da publicação do Relatório de Actividades e de Auto-avaliação de 2018 mostram um aumento de quase 100% em relação aos valores de 2017.