A Guerra dos Tronos: HBO Portugal teve “problemas técnicos inesperados” e falhou o simultâneo com os EUA

É o trunfo do serviço recém-chegado a Portugal, mas tal como Espanha ou partes do continente americano não chegou a horas aos utilizadores. Plataforma portuguesa promete continuar a trabalhar para ter “todos os episódios de A Guerra dos Tronos em simultâneo com os EUA”.

Foto
Helen Sloan/HBO

A estreia da oitava temporada de A Guerra dos Tronos em simultâneo com os EUA foi um dos trunfos da chegada da HBO Portugal ao mercado, mas na madrugada desta segunda-feira muitos subscritores só tiveram o desejado episódio disponível mais de uma hora depois. O canal SyFy, que transmite desde 2011 a série, ficou com o exclusivo da transmissão simultânea de um valioso título televisivo. Os mesmos problemas técnicos sucederam na HBO Espanha ou HBO Go nos EUA, México ou Equador.

Em Fevereiro, o presidente da HBO Europe, Hervé Payan, dizia ao PÚBLICO que no serviço “todas as estreias serão simultâneas, sempre”, com o país de origem das séries, nomeadamente a sua jóia da coroa, A Guerra dos Tronos. Mas no dia D, na hora de estreia da mais valiosa das suas séries a HBO Portugal teve “problemas técnicos inesperados”, conforme diz esta segunda-feira o serviço, em comunicado enviado ao PÚBLICO. “Continuamos a trabalhar para dar aos nossos clientes todos os episódios de A Guerra dos Tronos em simultâneo com os EUA.”

Os utilizadores encontraram uma mensagem de erro e a indisponibilidade do episódio pelas 2h desta segunda-feira, quando o episódio Winterfell, o primeiro depois de ano e meio de pousio da mais vista série do mundo, se estreava nos EUA. E na televisão convencional, no canal SyFy, que agora encaminha os subscritores dos operadores de televisão para os seus videoclubes até às 22h15 desta segunda-feira, quando voltará a transmitir o primeiro capítulo do fim deste acontecimento televisivo.

Os subscritores da HBO Portugal logo começaram a queixar-se nas redes sociais, obtendo uma resposta que tentava ser bem-humorada: “O episódio está a chegar. O exército dos mortos apareceu sem avisar e temos as várias Casas a trabalhar para os derrotar. Estamos a fazer de tudo para derrotar o inimigo e disponibilizar o episódio o mais rápido possível. Pedimos desculpa pela situação e agradecemos a vossa paciência.” Só uma hora depois, já a transmissão norte-americana tinha terminado, é que os utilizadores da HBO Portugal (que é um exclusivo Vodafone na televisão por subscrição) puderam assistir ao programa. Os subscritores foram avisados da normalização da situação por um email, enviado cerca das 3h15, e nas contas da HBO Portugal das redes sociais.

Na manhã desta segunda-feira, a HBO Portugal não apresentou motivos para os “problemas técnicos inesperados com a estreia do episódio 1 da temporada 8, de A Guerra dos Tronos” e que duraram “cerca de 70 minutos”, segundo diz em comunicado. Dada a importância do programa, a série mais vista do mundo e um fenómeno viral e de pirataria, estava previsto um pico de acessos esta madrugada. Tanto na HBO Go, a plataforma de streaming do canal premium nos EUA, quanto na vizinha HBO Espanha, a transmissão do primeiro episódio sofreu problemas. Já durante a temporada anterior o serviço norte-americano tinha sido acometido de problemas técnicos, associados ao elevado volume de utilizadores online.

A entrada da HBO Portugal no mercado criara uma situação inédita em Portugal: a de duas plataformas concorrentes, um canal por subscrição presente nos operadores de televisão e um novo serviço de streaming a transmitir o mesmo programa em simultâneo com a emissão original nos EUA. À mesma hora, a HBO Portugal fazia um evento em cinemas para a transmissão simultânea com os EUA, que não sofreu problemas técnicos.