Guerra política no Equador acabou com Assange abatido

O actual Presidente Lenin Moreno está a travar uma batalha encarniçada com o seu antecessor, Rafael Correa, e o co-fundador da WikiLeaks serviu de bode expiatório.

Julian Assange depois de detido pela polícia britânica
Foto
Julian Assange depois de detido pela polícia britânica PETER NICHOLLS/Reuters

As portas da embaixada do Equador em Londres foram abertas para que a polícia britânica detivesse um cidadão equatoriano em solo equatoriano. Para Julian Assange, carregado pelos agentes da polícia, por se recusar a ir pelo seu próprio pé, culminava na quinta-feira aquilo que há algum tempo se vaticinava, o fim dos seus quase sete anos de asilo político e a possível extradição para os Estados Unidos.