Molinari, Woods e Finau para fechar Masters

Integram o trio de honra na quarta e última volta no Augusta National Golf Club

Da esquerda para a direita, Tony Finau, Tiger Woods e Francesco Molinari © PGA TOUR
Foto
Da esquerda para a direita, Tony Finau, Tiger Woods e Francesco Molinari © PGA TOUR

Ao fim das duas primeiras voltas no Augusta National Golf Club, o The Masters tinha cinco jogadores empatados na frente. Ao fim de três, só Francesco Molinari, o primeiro italiano a liderar prova, lá se manteve, ao finalizar no sábado com 66 pancadas, 6 abaixo do Par 72, o seu melhor registo até ao momento esta semana (70-67 como resultados prévios), para um total 203 (-13). 

Tiger Woods também fez o seu melhor, 67 (-5), descolando do quarteto dos sextos classificados para o segundo lugar empatado com Tony Finau, que fez 64 igualando a melhor marca desta edição, conseguida também por Webb Simpson e Patrick Cantlay. Woods e Finau somam 205 (-11) e integram com o transalpino o último grupo a sair este domingo na jornada decisiva, a partir das 14h20 de Lisboa. 

Previsões meteorológicas negativas levaram a que os jogadores fossem integrados em trios e não em duos, como é habitual nos majors. E, para fugir ao mau tempo, os horários de saídas foram antecipados. 

Tiger Woods parte em busca do seu 15.º título no Grand Slam, que seria o primeiro desde o Open dos EUA de 2008. E do quinto título no Masters (venceu em 1997, 2001, 2002 e 2005). Há um dado que joga contra ele: nunca venceu um major vindo de trás na última volta. 

Molinari pode confirmar o seu estatuto de jogador “mais quente” do último ano, depois dos êxitos desde Maio do ano passado no BMW PGA Championship e no The Open Championship, das cinco vitórias em outros tantos matches disputados em Setembro pela Europa na Ryder Cup e do triunfo mais recente, em Março, no Arnold Palmer Invitational. 

E Tony Finau, apesar de ter feito parte da equipa dos EUA na última Ryder Cup, procura aquela que seria apenas, com 29 anos, a sua terceira vitória como profissional e a segunda no PGA Tour (venceu o Open de Porto Rico em 2016). 

Claro que há mais jogadores na luta pela vitória. Brooks Koepka, o Jogador do Ano em 2018 no PGA Tour, com duas vitórias em majors (Open dos EUA e US PGA Championship), está isolado no quarto lugar com 206 (-10). Webb Simpson e o inglês Ian Poulter são quintos com 207 (-9). 

E no sétimo lugar, um quinteto composto pelos americanos Dustin Johnson (n.º 2 mundial), Matt Kuchar e Xander Schaufelle e pelos sul-africanos Louis Oosthuizen e Justin Harding. 

Quem irá suceder ao norte-americano Patrick Reed na lista dos vencedores?

 

Veja mais em www.golftattoo.com