Modelo sueco reduziria despesa em 15%, mas deixa pensionistas mais vulneráveis

Estudo conclui que a introdução do modelo a partir de 2025 obrigaria 66% dos pensionistas a receber apoio, valor que compara com 20% no sistema actual.

Foto
Nuno Ferreira Santos

A introdução em Portugal de um sistema de pensões semelhante ao que vigora na Suécia permitiria uma “redução significativa” da despesa com pensões, atingindo uma poupança de 15% em 2070. Mas, ao mesmo tempo, levaria a uma redução do valor das pensões na ordem dos 28%, obrigando 66% dos pensionistas a recorrer a apoios financiados pelo Orçamento do Estado. A conclusão é do estudo desenvolvido pela equipa do investigador Amílcar Moreira que decidiu avaliar os efeitos da introdução do modelo sueco já em 2025.