Dia de Não-”Brexit” à tarde

Seria importante que os seis meses de extensão agora aprovados servissem a toda a gente para levar a cabo uma reflexão sobre a mais importante dessas razões profundas: uma total falta de entendimento do que significa a soberania.

Vai para três anos, os britânicos deram a vitória no referendo de saída da UE a uma campanha que tinha por slogan “Retomar o Controlo”. Anteontem, a primeira-ministra britânica esperou numa sala à parte por que vinte e sete outros países decidissem se concederiam ao Reino Unido um adiamento da saída da União Europeia, e se esse adiamento seria curto, ou longo, ou adiamento nenhum. Theresa May disse que não estaria preparada para aceitar qualquer adiamento que ultrapassasse a data de 30 de junho. Os outros governos decidiram 31 de outubro, Dia das Bruxas. Theresa May aceitou avidamente.