Vitória histórica de Portugal frente à França

Selecção portuguesa de andebol dá um passo decisivo rumo ao Euro 2020 com triunfo em Guimarães frente à poderosa equipa francesa.

Foto
LUSA/JOSE COELHO

A selecção portuguesa de andebol deu, nesta quinta-feira, um passo gigante na qualificação para o Euro 2020, ao triunfar em Guimarães sobre a poderosa selecção francesa, campeã mundial em 2017, por 33-27 (17-13, ao intervalo).

“Para podermos fazer alguma coisa de interessante, vamos mesmo de ter de nos superar”. Estas foram as palavras do seleccionador Paulo Pereira, antes do jogo, e Portugal seguiu à risca. Superou-se e fez algo muito interessante, vencendo uma equipa que, para o próprio seleccionador nacional, está “seguramente entre as três melhores do Mundo”.

A França utilizou quase todas as principais figuras - com a excepção de Nikola Karabatic, que ficou fora da ficha de jogo -, mas foi insuficiente para controlar, sobretudo, quatro portugueses: o portista António Areia, com seis golos, Gilberto Duarte, com cinco, e Pedro Portela, com quatro, para além do guarda-redes Humberto Gomes, essencial para a equipa nacional, com várias defesas importantes.

Na qualificação para o Europeu, esta foi a terceira vitória em outros tantos jogos, para a formação orientada por Paulo Pereira. Com este resultado, Portugal passou a liderar, de forma isolada, o Grupo 6 da segunda fase de qualificação, com seis pontos, mais dois que os gauleses e mais quatro do que a Roménia, que bateu a Lituânia, formação ainda sem pontos.

Portugal está numa posição privilegiada no grupo 6 - qualificam-se directamente os dois primeiros de cada agrupamento - e, se mantiver este lugar, conseguirá algo que lhe escapa desde 2006: marcar presença no Europeu de andebol.

Notícia corrigida às 21h45: a França foi campeão mundial em 2017 e terceira classificada em 2019