Das janties aos brincos de concha: as tendências que vão dominar os festivais de música

A plataforma de pesquisa de roupa Lyst lançou esta semana o seu relatório de tendências trimestral, a tempo do início do festival de música Coachella. Os calções de ganga em forma de cuecas de cintura subida são uma das apostas da empresa.

,Y / Project
Foto
DR

A marca parisiense Y/Project conseguiu captar a atenção da Internet com uns calções de ganga em forma de cuecas de cintura subida que lançou no final de Março. Foi depois da loja Ssense partilhar no Instagram uma imagem da peça — à qual chamou jean panties — que esta se tornou viral. Eventualmente passaram a ser conhecidas como janties (abreviatura para jean panties). Segundo a plataforma de pesquisa de roupa Lyst, aquilo que parecia não mais do que uma piada ou estratégia de marketing poderá tornar-se uma tendência de moda no festival de música Coachella, que começa nesta sexta-feira, na Califórnia.

relatório de tendências, lançado na terça-feira, prevê que as janties estejam entre as tendências mais populares durante a próxima temporada de festivais de música. De acordo com a Lyst houve um surto de tráfego e um aumento de 2250% de visualizações de página sobre “janties” desde meio de Março (sendo que a Y/Project apresentou a peça em passerelle no final de Fevereiro). Contudo, conforme aponta a Quartzy, este crescimento tem por base um número inicial provavelmente baixo, antes de as janties se tornarem virais.

A Lyst baseou-se no comportamento online de mais de cinco milhões de compradores por mês, contabilizando a “pesquisa, navegação e compra”, e analisou vários picos em pesquisas, ao longo dos últimos três meses. Além disso, teve em conta as “micro tendências emergentes” e “variações contínuas na cultura da moda e do consumismo ao longo dos últimos três meses”.

No primeiro lugar está, em termos gerais, a roupa que transmite uma sensação de nostalgia: néon (normalmente amarelo e verde), tie-dye e calções de ciclista. Uma peça que combina duas destas características, os calções de ciclista em néon, teve de acordo com a Lyst, um aumento de 190% de pesquisas desde Março. De seguida, vêm os enfeites, ou seja, lantejoulas, conchas e metálicos. O termo mais procurado é “brincos de conchas”. Além disso, os clientes parecem também interessados em biquínis de lantejoulas, casacos brilhantes e fatos de banho metalizados.

PÚBLICO -
Instagram, @uolondon_on
PÚBLICO -
Instagram, @nynkeslegers
Fotogaleria
Instagram, @uolondon_on

Os chamados ugly sneakers (ténis feios, em português), bem como as sandálias e botas com a mesma designação, ocupam o terceiro lugar. De acordo com a Lyst, na última semana houve uma pesquisa por “‘Prada velcro sandals” a cada sete minutos. Quanto às botas estilo cowboy têm tido um aumento de 37% em pesquisas, mês após mês.

Em quarto lugar estão os acessórios retro. “Enquanto no ano passado estavam todos focados em óculos mínimos com armações coloridas, esta temporada vamos ver óculos inspirados no desporto, futurísticos e com lentes espelhadas”, declara a Lyst. Ao abrigo da nostalgia dos anos 2000, o chamado bucket hat (por vezes conhecido como “chapéu de pescador”) teve um aumento de 54% em pesquisas. No que toca à moda masculina os harness chest bags (sacos de arnês) subiu 257% desde Março.

PÚBLICO -
Instagram, @brandbuyer_lux1
PÚBLICO -
Instagram, @otticanet
Fotogaleria
Instagram, @brandbuyer_lux1

No passado, já houve outras peças de ganga invulgares que captaram a atenção do público. A Levi’s, em parceria com a Vetements lançou em 2017 umas calças de ganga que causaram alguma polémica por terem um fecho éclair na parte de trás (e uma etiqueta de 1450 euros). Pouco depois, a Nordstrom colocou à venda por 400 euros umas calças de ganga que vinham por defeito lamacentas. Em Outubro do mesmo ano, a marca Meiko Ban apresentou em passerelle uma peça que a Vogue baptizou thong jeans (calças de ganga tanga).