Abertas a candidaturas para a 3.ª edição do Prémio Sonae Media Art

Maior distinção nacional na área dos novos media, no valor de 40 mil euros, resulta de uma iniciativa conjunta com o Museu Nacional de Arte Contemporânea do Chiado.

Fotogaleria
Rodrigo Gomes, vencedor da edição de 2017 Ricardo Lopes
Fotogaleria
Tatiana Macedo, vencedora da edição de 2015 Ricardo Lopes

Abriu esta quinta-feira e decorre até 30 de Abril o prazo de candidatura para o Prémio Sonae Media Art, que este ano terá a sua terceira edição. O prémio, com periodicidade bienal e com o valor de 40 mil euros, é o maior em Portugal destinado à criação artística na área dos novos media, que utilizem meios digitais e electrónicos – vai da vídeo arte, projectos sonoros, projectos de exploração do virtual e da interactividade, até propostas de network, incluindo ainda outras formas de expressão como a performance, a dança, o cinema, o teatro ou a literatura. Destina-se a artistas e autores de nacionalidade portuguesa ou residentes no país que, até final do corrente ano, tenham a idade máxima de 40 anos.

Este prémio é uma iniciativa da Sonae (proprietária do PÚBLICO) em parceria com o Museu Nacional de Arte Contemporânea do Chiado. É nesta instituição sediada em Lisboa que serão expostos os trabalhos dos cinco finalistas, que serão escolhidos por um júri de selecção formado por António Cerveira Pinto, artista, crítico de arte e ensaísta, André Rangel, pesquisador do CITAR – Centro de Investigação em Ciência e Tecnologia das Artes da Universidade Católica Portuguesa, e Adelaide Ginga, curadora e conservadora do Museu do Chiado.

Cada um dos cinco finalistas – os escolhidos serão anunciados no mês de Maio – receberá uma bolsa individual de 5 mil euros para a concretização do projecto com que se candidata. Será a avaliação do conjunto destas obras que ditará o vencedor do prémio.

Nas duas edições anteriores, os vencedores do Prémio Sonae Media Art foram Tatiana Macedo (2015) e Rodrigo Gomes (2017).

As candidaturas devem ser submetidas através deste site.