Saúde

Médicos admitem fazer greves em serviços e hospitais carenciados

A demorada reunião com o Ministério da Saúde deixou os dirigentes sindicais “frustrados”. Não põem de parte a hipótese de fazer uma nova greve nacional, mas antes disso ponderam outras formas de luta.