Telecomunicações

Conflito na angolana Unitel rendeu 9,4 milhões a advogados portugueses

Para se defenderem, e contra-atacarem, no processo arbitral iniciado pela brasileira Oi, a Vidatel, de Isabel dos Santos, a Mercury, da Sonangol, e a Geni, do general “Dino”, recorreram a quatro escritórios de advocacia portugueses.