Sporting reencontra FC Porto no Jamor 11 anos depois

Apenas por quatro ocasiões as duas equipas se encontraram na partida decisiva da Taça de Portugal.

A Taça de Portugal
Foto
A Taça de Portugal Miguel Manso / PUBLICO

O Sporting repete a presença na final da Taça de Portugal, após a derrota da temporada passada frente ao Desportivo das Aves, e vai defrontar o FC Porto numa partida que servirá para desempatar o número de troféus dos dois emblemas na prova: ambos conquistaram a Taça 16 vezes (apenas atrás do Benfica, com 26). Será um reencontro 11 anos depois do último duelo entre os dois emblemas no Jamor. A última ocasião em que “dragões” e “leões” disputaram a Taça de Portugal remonta a 2008, com o Sporting, então orientado por Paulo Bento, a bater o FC Porto de Jesualdo Ferreira por 2-0 – Rodrigo Tiuí foi o herói improvável, com um “bis” no prolongamento, incluindo um golo num pontapé “de bicicleta”, que impediu os “dragões” de fazerem a “dobradinha”.

A final do próximo dia 25 de Maio será a quinta a colocar frente-a-frente Sporting e FC Porto, e o historial mostra equilíbrio total, com duas vitórias para cada lado. Mas não costuma ser simples encontrar um vencedor quando “leões” e “dragões” se defrontam no Jamor: as finais entre ambos os clubes foram sempre a prolongamento.

A novidade da final de 2008 é que a questão ficou resolvida no tempo adicional, mas nas três ocasiões anteriores foi sempre necessário recorrer à finalíssima. O Jamor foi pela primeira vez palco de um clássico em 1978, que terminou 1-1. Uma semana depois, na partida de desempate, os “leões” venceram por 2-1. O cenário seria semelhante em 2000: 1-1 na final e vitória dos “dragões” na finalíssima por 2-0. Já em 1994 houve drama até ao fim, com 0-0 após prolongamento na final, e a finalíssima a terminar também empatada (1-1). Foi necessário prolongamento, com um golo de Aloísio, de penálti, a desfazer por fim a igualdade.