Torne-se perito

Bayern sofre para carimbar meias-finais da Taça da Alemanha

Heidenheim, da segunda divisão, com hat-trick de Glatzel, esteve na iminência de conseguir uma surpresa em Munique.

Foto
LUSA/RONALD WITTEK

O Bayern Munique garantiu esta quarta-feira o apuramento para as meias-finais da Taça da Alemanha ao derrotar o Heidenheim, por 5-4, enquanto o Werder Bremen garantiu a última vaga, batendo o Schalke 04 (0-2), juntando-se a Hamburgo e Leipzig, já qualificados.

O Bayern garantiu vantagem aos 12 minutos frente ao sexto classificado do segundo escalão alemão, na sequência de um golo de canto de Goretzka. A partir daí, os bávaros entraram numa espiral de incerteza provocada pela expulsão de Niklas Sule (13'), aproveitada pelos visitantes para chegarem à igualdade num cabeceamento de Glatzel (26'), após perda de bola de James Rodríguez. O “capitão”, Schnatterer, tinha avisado com um remate à barra, a que se seguiu a assistência para Glatzel, antes de ele próprio ter colocado o Heidenheim (39') em vantagem.

No regresso dos balneários, o Bayern Munique deu rapidamente a volta ao resultado. Lewandowski descobriu Müller (53') na área para o 2-2, tendo o alemão retribuído dois minutos depois para oferecer o golo ao atacante polaco (55'), a calar a revolta dos visitantes, que no lance anterior poderiam ter voltado ao comando da partida.

Mesmo reduzido a dez unidades, o Bayern carregava e ampliava por Gnabry (65'), no que parecia ser o adeus definitivo do Heidenheim na prova. Puro engano, pois em apenas três minutos Glatzel (74’ e 77’ g.p.) haveria de repor a igualdade (4-4), completando um hat-trick em plena Allianz Arena.

Com diversas intervenções do videoárbitro, o jogo ficou decidido numa grande penalidade favorável ao Bayern, que Lewandowski (84') transformou em bilhete para as meias-finais.

No Schalke 04-Werder Bremen, Milot Rashica (65') e Davy Klaassen (72') foram os marcadores dos golos. 

Sugerir correcção