Rolling Stones adiam últimos concertos da longa digressão por doença de Mick Jagger

Série de concertos nos EUA deveria começar em Abril mas vai ser adiada para data ainda por revelar. “Mick Jagger foi aconselhado pelos médicos a não ir em digressão nesta altura porque precisa de tratamento médico."

Mick Jagger em palco durante a digressão No Filter
Foto
Mick Jagger em palco durante a digressão No Filter Jean-Paul Pelissier/Reuters

Os Rolling Stones avisaram este sábado que vão adiar a sua digressão pela América de Norte por problemas de saúde do vocalista Mick Jagger. O cantor “precisa de tratamento médico” e por isso não pode dar os concertos da última fase da digressão encetada em 2017, diz um comunicado da banda. O próprio Jagger recorreu às redes sociais para pedir desculpas e dizer que deseja “voltar ao palco” o mais depressa possível.

A notícia foi avançada este sábado pela revista Rolling Stone e pela agência Associated Press, que citam o comunicado do relações públicas da banda: “Mick Jagger foi aconselhado pelos médicos a não ir em digressão nesta altura porque precisa de tratamento médico. Os médicos disseram ao Mick que ele deve recuperar completamente para que possa voltar ao palco o mais brevemente possível”.

O alerta surge a três semanas do início da digressão, que começaria em Miami a 20 de Abril com o primeiro de 17 concertos. Não foram dados quaisquer detalhes sobre a natureza do problema de saúde de Jagger, de 75 anos, sobre os quais a Rolling Stone inquiriu. Num comunicado publicado na sua conta de Instagram e no Twitter, o cantor escreveu: “Detesto desiludir os nossos fãs e estou muito desapontado por ter de adiar a digressão, mas anseio por voltar ao palco assim que possa”.

De acordo com a promotora dos concertos, os espectadores devem manter-se na posse dos bilhetes até instruções em contrário, sendo que devem ser válidos para as novas datas da digressão. Estes concertos fazem parte da No Filter Tour, que arrancou já em Setembro de 2017 e que deveria terminar precisamente nos EUA com esta última série de actuações em Julho de 2019. É a sua 48.ª digressão.