Imagem de arquivo
Foto
Imagem de arquivo

Fêmea de lince ibérico encontrada morta em Espanha

O animal foi encontrado a flutuar num charco. Desconhece-se, para já, a causa da morte da fêmea de lince ibérico.

Uma fêmea de lince ibérico foi encontrada morta num campo ao norte da cidade de Gerena, na província de Sevilha, numa área onde normalmente não é visto esse tipo de felino.

O animal, de acordo com as autoridades ligadas ao ambiente foi encontrado num lugar chamado Arroyo de las Torres, perto da rodovia SE-535, bastante explorada pelos amantes da natureza da região.

O lince estava a flutuar num charco e ainda não foi divulgada a causa da morte do animal.

Técnicos do Ministério do Meio Ambiente e do Serviço de Protecção da Natureza da Guarda Civil foram ao local de descoberta, uma vez que foram notificados pela pessoa que encontrou o animal, que vão agora realizar uma necrópsia.

O lince-ibérico é um dos felinos mais ameaçados do mundo. Só este ano, já morreram dois linces atropelados. É precisamente para reduzir estas mortes, cuja causa principal é o atropelamento, que o Governo tem em curso uma nova candidatura ao programa LIFE, com parceiros de Portugal e Espanha, no valor de cerca de 20 milhões de euros. 

Só este ano já foram libertados quatro linces-ibéricos em Portugal. As libertações destes felinos têm como objectivo restabelecer uma população selvagem autónoma, garantindo também uma diversidade genética adequada.

Em Dezembro do último ano, um lince-ibérico foi encontrado morto esta sexta-feira em Córdoba, Espanha, cravejado por mais de 300 chumbos de caçadeira no corpo, denunciou Miguel Simón, director do Life Iberlince, um programa de conservação destes animais.