Torne-se perito

John Carpenter vai ser homenageado no Festival de Cannes

Realizador de filmes como Fuga de Los Angeles, Christine: o Carro Assassino ou Nevoeiro vai receber o prémio de carreira Le Carrosse d’Or, atribuído pela Sociedade Francesa de Realizadores.

John Carpenter no Festival de Tribeca, Nova Iorque, em 2007
Foto
John Carpenter no Festival de Tribeca, Nova Iorque, em 2007 Amy Sussman/Getty Images

John Carpenter, o realizador norte-americano conhecido por alguns filmes incontornáveis do cinema de terror como Nevoeiro (1980) ou Fuga de Los Angeles (1996), vai receber um prémio de carreira no próximo Festival de Cannes. Trata-se do Carrosse d’Or, distinção criada em 2002 pela Sociedade Francesa de Realizadores de Cinema (SRF), que promovem no evento a secção não competitiva Quinzena dos Realizadores.

Em comunicado distribuído quinta-feira, a SRF classifica Carpenter como “um cineasta que fez a ligação entre o cinema clássico e o cinema de género” e “um criador de emoções cruas, fantásticas e fora do comum”.

Actualmente com 71 anos e uma carreira com mais de 40 – a sua última longa-metragem é O Hospício (2010) –, este “mestre do cinema de terror” é autor de outros títulos que marcaram o género, como Veio do Outro Mundo (1982), Christine: o Carro Assassino (1983), A Bíblia de Satanás (1994), A Cidade dos Malditos (1995) ou Fantasmas de Marte, de John Carpenter (2001). Além de realizador, é também produtor, argumentista e músico.

John Carpenter vai receber o prémio a 15 de Maio, segundo dia da 72.ª edição do festival, que se prolonga até ao dia 25 desse mês, e que terá como presidente do júri o mexicano Alejandro González Iñárritu .

No ano passado, a SRF homenageou com Le Carrosse d’Or o também norte-americano Martin Scorsese. O nome do prémio homenageia Jean Renoir (1894-1979) através do seu filme homónimo Le Carrosse d’Or (1952), que em Portugal foi distribuído com o título A Comédia e a Vida.

Sugerir correcção