Pode uma jovem de soutien prevenir acidentes de bicicleta? Campanha alemã gera polémica

O Ministério dos Transportes germânico lançou uma campanha que rapidamente gerou polémica.

Foto
Andreas Scheuer, ministro dos Transportes alemão LUSA/CLEMENS BILAN

A jovem modelo está deitada apenas de soutien e de capacete na cabeça. A frase “Looks like shit. But saves my life” (qualquer coisa como “É horroroso, mas pode salvar-me a vida”) é o slogan da campanha publicitária sobre segurança para ciclistas que está a causar polémica na Alemanha.

A ideia desta campanha é convencer os ciclistas mais jovens a adoptar um comportamento na estrada que inclua o uso de capacete. De acordo com a Associação Alemã de Segurança Rodoviária (DVR), 430 ciclistas morreram no ano passado, mais 14% do que em 2017.

PÚBLICO -
Foto
RUNTERVOMGAS/BMVI

Os anúncios deveriam ser colocados em outdoors esta terça-feira, mas a campanha não agradou a todos. As mulheres do Partido Social Democrata alemão (SPD) e a ministra da Família, Franziska Giffey, estão em guerra aberta com o Ministério dos Transportes e exigem a suspensão do anúncio que consideram sexista.

A presidente da ala feminina do SPD, Maria Noichl, disse ao jornal Bild ser “embaraçoso, estúpido e sexista para o ministro dos Transportes [Andreas Scheuer, do partido conservador CSU] vender as suas políticas utilizando pele nua”. 

Já a ministra da Família, também social-democrata, publicou uma fotografia sua no Facebook onde aparece com uma bicicleta, um capacete e, claro, vestida. Na legenda escreveu: “Caro Andreas Scheuer: totalmente vestida também combina bem com um capacete!”

No Twitter, o Ministério dos Transportes defende a abordagem, salientando que o público-alvo são homens e mulheres jovens que rejeitam os capacetes por motivos estéticos. Segundo a tutela, a campanha, que começou a ser divulgada em vídeo, foi vista por quase dois milhões de pessoas entre os 14 e 49 anos.