Sousa perdeu dois pontos demasiado importantes

Número um português caiu na terceira ronda do torneio de Miami, diante de Kevin Anderson.

Foto
LUSA/LUKAS COCH

É uma verdade absoluta no ténis: há pontos mais importantes que outros. João Sousa conhece bem esta realidade, depois de não ter aproveitado dois set-points. Kevin Anderson, esse, não desperdiçou as oportunidades que teve e fechou na primeira oportunidade para aceder aos oitavos-de-final do Miami Open.

O sul-africano, que ocupa o sétimo lugar do ranking mundial, dominou o set inicial, no qual não enfrentou quaisquer break-points, e concretizou uma das duas oportunidades de quebrar o serviço do vimaranense.

Como tem sido habitual, Sousa reagiu bem e igualou Anderson nesse particular, até uma pequena paragem causada pela chuva. No regresso, a 4-4, o número um português teve de anular dois break-points. Mas, no jogo seguinte, dispôs de um set-point, negado por Anderson. Seria o sul-africano o primeiro a fraquejar no tie-break, ao cometer a única dupla-falta do encontro, que deu vantagem a Sousa, mas este não aproveitou o segundo set-point, quando serviu a 6/5. E dois pontos mais tarde, Anderson festejava a passagem à fase seguinte.

Nos “oitavos”, o mais cotado dos tenistas inscritos no Millennium Estoril Open vai defrontar o australiano Jordan Thompson (77.º), que depois de ultrapassar Karen Khachanov (12.º), eliminou ontem Grigor Dimitrov (29.º), com um duplo 7-5.

Mais tarde, Sousa tinha ainda um compromisso na competição de pares, ao lado do argentino Guido Pella, tendo pela frente a difícil tarefa de superar o par cabeça de série n.º 1, formado pelo polaco Lukasz Kubot e o brasileiro Marcelo Melo.

Em frente, seguiu igualmente Roger Federer (5.º). As dificuldades iniciais sentidas diante de Filip Krajinovic (103.º) foram desfeitas quando o suíço de 37 anos assinou cinco jogos consecutivos a partir do 5-5, para acabar por impor-se, com os parciais de 7-5, 6-3.

O torneio feminino, que já tinha perdido Serena Williams, que abandonou a prova por lesão, e Naomi Osaka (1.ª) - derrotada pela talentosa Su-Wei Hsieh (27.ª), por 4-6, 7-6 e 6-3 - viu ontem também a campeã de Indian Wells ficar pelo caminho.

Bianca Andreescu (24.ª), de 18 anos, pagou o preço de vencer 10 encontros consecutivos (sete dos quais em Indian Wells) e já não teve forças para derrubar Anett Kontaveit (19.ª), desistindo quando a estoniana vencia por 6-1, 2-0. A canadiana já se tinha queixado do ombro na ronda anterior, em que venceu Angelique Kerber (8.ª) - numa repetição da final em Indian Wells, em três sets.