Seleccionador da Venezuela apresenta demissão após bater Messi

Dudamel garantiu, ainda assim, que estará no banco no próximo jogo particular que se disputada em Girona, na segunda-feira, contra a seleção da Catalunha.

Dudamel e Messi conversaram após o jogo.
Foto
Dudamel e Messi conversaram após o jogo. Reuters/JUAN MEDINA

O seleccionador venezuelano, Rafael Dudamel, anunciou que colocou o seu lugar à disposição, logo após ter batido a Argentina, por 3-1, no jogo particular que marcou o regresso de Messi à “albiceleste”.

“Conversei com o vice-presidente e coloquei o meu lugar à disposição, porque estamos a navegar em águas muito turvas. Tudo foi politizado. Sou líder de uma selecção de um país inteiro”, disse Rafael Dudamel, depois de ter conversado com António Ecarri, representante em Espanha do autoproclamado presidente interino do país sul-americano, Juan Guaidó.

Dudamel garantiu, ainda assim, que estará no banco no próximo jogo particular que se disputada em Girona, na segunda-feira, contra a seleção da Catalunha.