Viriato está vivo e foi fotografado na Lusitânia

John Gallo dá-nos a ver a lenda do herói lusitano. Uma grande produção do fotógrafo português, por Viseu e arredores, que imagina e encena momentos-chave da vida de Viriato.  

"Latrocinium"
Fotogaleria
"Latrocinium"

Pouco se sabe da história de Viriato, tirando a lenda: guerreiro, líder, herói lusitano, arqui-inimigo (e pesadelo) dos romanos. As suas origens são alvo de disputa mas Viseu há muito que o adoptou como filho da terra. Por isso, John Gallo, fotógrafo português com obra e distinções pelo país e pelo mundodecidiu dedicar-se a recriar em fotografia A Lenda de Viriato na zona de Viseu, contando para isso com o apoio da autarquia local.

O fotógrafo justifica a escolha do intrépido personagem lusitano como parte de um conceito desenvolvido pela sua produtora, a Chappa, de criar ensaios históricos. Decidiu assim que “Viriato seria um bom tema para iniciar esta odisseia” já que “é um dos mais icónicos heróis lusos”, disse o fotógrafo à Fugas. Gallo explica que a ligação de Viseu à figura do herói levou a que a cidade se tivesse tornado no cenário desta lenda reencenada em vários momentos-chave. “A cena mais emblemática do ensaio – Latrocinium – foi produzida no Parque do Fontelo, uma zona verde da cidade de Viseu, também ela histórica. Viseu tem uma ligação a Viriato que se perde no tempo, justifica. Algumas das cenas foram reconstituídas em outras partes do distrito, explica o autor do ensaio, como em São Pedro do Sul, mas também tiveram outros cenários, caso da essencial Serra da Estrela – “onde, tirando proveito das características do terreno, Viriato venceu inúmeras vezes o exército romano​”, evoca John Gallo. 

Na produção, que conta com o apoio Município de Viseu e da Olympus (o fotógrafo é consultor da marca), estiveram envolvidos mais de “duas dezenas de pessoas, entre actores, figurantes, caracterização, produção e fotografia”, explica o fotógrafo. Para que fosse conseguida a máxima veracidade e autenticidade do período histórico em que "decorre" a acção, Gallo contou com especialistas como a Espada Lusitana, grupo que se dedica às artes das reconstituições históricas civis e militares.

 
A exposição d' A Lenda de Viriato vai decorrer na Casa da Ribeira, em Viseu, sendo inaugurada a 23 de Março (17h) - até 23 de Junho. As imagens de grande formato vão estar “cronologicamente ordenadas, desde o nascimento à morte de Viriato”.

Nos sites oficiais do ensaio e de John Gallo – que, entre outros, já apresentou trabalhos sobre os incêndios em Portugal, Fátima, o Metro do Porto e a pobreza e luxo em Londres, tendo recebido distinções como o Joan Wakelin Award, do jornal britânico Guardian e da Royal Photographic Society – podem ser consultadas mais informações sobre o projecto.

"Viriato Pastor"
"Viriato Pastor"
"Latrocinium"
"Latrocinium"
"Latrocinium"
"Latrocinium"
"Latrocinium"
"Latrocinium"
"Morte aos romanos"
"Morte aos romanos"
"Morte aos romanos"
"Morte aos romanos"
"Roma paga aos traidores"
"Roma paga aos traidores"
"A traição"
"A traição"
Sugerir correcção