Trilho nas falésias de Lagoa eleito “o melhor da Europa”

O Percurso dos Sete Vales Suspensos, em Lagoa, no Algarve, lidera top do site European Best Destinations. O Pico do Areeiro, na Madeira, também está na lista.

Fotogaleria
O Percurso dos Sete Vale Suspensos, em Lagoa, serpenteia ao longo de 5,7 km de arribas Pawel Kazmierczak- European Best Destinations
Fotogaleria
Leixão do Ladrão - Carvoeiro DR/CML
,Hotel
Fotogaleria
Percurso dos Sete Vale Suspensos

“De tirar o fôlego, inesquecível, uma das caminhadas mais bonitas da Europa e acessível a todas as idades.” É assim que o site European Best Destinations descreve o “pequeno recanto de paraíso” que se estende ao longo do Percurso dos Sete Vales Suspensos, em Lagoa, no Algarve, eleito como a “melhor caminhada da Europa”.

O trilho percorre as arribas douradas junto à costa, ao longo de 5,7 quilómetros, desde a Praia de Vale Centeanes à Praia da Marinha. Integra “lugares excepcionais” como as grutas de Benagil, a capela da Senhora da Rocha, a vila piscatória de Ferragudo, o farol de Alfanzina e os areais de Cova Redonda, Carvoeiro e Albandeira, enumera a publicação. “Uma natureza incrível e intocada aguarda-o.”

PÚBLICO -
Foto
7 Vales Suspensos, mapa da caminhada DR/CM Lagoa

O percurso português foi o mais votado num ranking promovido pela European Best Destinations, uma organização sediada em Bruxelas “dedicada a promover a cultura e o turismo na Europa”, especializada em tops temáticos no sector das viagens e mais célebre ainda por ser responsável pela votação anual para “melhor destino europeu do ano" – que este ano deu a vitória a Budapeste mas deu a Braga o 2.º lugar.

Agora, nesta votação para as melhores caminhadas do continente, garante a organização, participaram mais de 28 mil viajantes de 153 países.

PÚBLICO -
Foto
DR/Turismo da Madeira

E o trilho algarvio não foi o único português a integrar a lista: em quinto lugar surge o Pico do Areeiro, na Madeira. “Pode estar nublado de manhã, mas o nevoeiro costuma dissipar ao início da tarde”, sublinha o site.

PÚBLICO -
Foto
Caminito del Rey Jon Nazca/REUTERS

No top 5 de um ranking que inclui 15 caminhadas na Europa ficaram ainda os trilhos pelos lagos de Plitvice​, na Croácia, o Caminho do Rei, em Málaga (Espanha) e o percurso até Kjeragbolten, na Noruega, um rochedo que ficou suspenso entre dois penhascos durante o último período glaciar, palco de uma das fotografias mais repetidas no Instagram.

A Noruega é, de resto, o país com mais caminhadas na lista: além de Kjeragbolten, foram eleitos os percursos de Besseggen Ridge (6.º lugar), Trolltunga (14.º) e Svartisen (15.º).

PÚBLICO - Kjeragbolten
Kjeragbolten Go Fjords
PÚBLICO - Svartisen
Svartisen SVERRE HJØRNEVIK/FJORDNORWAY.COM
PÚBLICO - Besseggen
Besseggen ESPEN KRISTIANSEN / FIELD PRODUCTIONS/VISITNORWAY
PÚBLICO - Trolltunga
Trolltunga TROLLTUNGA ACTIVE
Fotogaleria
Go Fjords

As caminhadas ao longo de Adrspach-Teplice, na República Checa (7.º), ilha de Skye, na Escócia (8.º), Bled, na Eslovénia (9.º), a GR20, na Córsega (10.º), a região de Mullerthal, no Luxemburgo (11.º), os três picos da cordilheira das Dolemitas, na Itália (12.º) e Ostrog, no Montenegro (13.º) completam a lista

Fugas: Volta às Ilhas