Lionn acusa César Boaventura de aliciamento em jogo com Benfica

Antigo defesa do Rio Ave terá dito em tribunal ter sido abordado pelo agente.

Lionn num Rio Ave-Benfica de 2017
Foto
Lionn num Rio Ave-Benfica de 2017 LUSA/JOSE COELHO

O defesa brasileiro Lionn declarou no Tribunal de Esposende​, de acordo com notícia avançada esta quinta-feira pelo Expresso, ter sido alvo de uma tentativa de aliciamento por parte do agente desportivo César Boaventura, para viciar o jogo entre Benfica e Rio Ave, da época 2015-16.

No depoimento prestado pelo ex-lateral do Rio Ave (actualmente ao serviço do Desp. Chaves), no âmbito de um processo interposto pelo guarda-redes brasileiro Cássio contra César Boaventura, Lionn terá afirmado, acerca do empresário: “Tentou comprar-me antes do jogo contra o Benfica. A mim, ao Cássio e ao Marcelo”, cita o Expresso.

No jogo em questão, que terminou com um triunfo dos “encarnados” por 0-1, Lionn não foi utilizado, por estar a recuperar de lesão.

César Boaventura desmentiu Lionn, desafiando-o a provar as acusações em tribunal. “Vou mover-lhe um processo. Terá de provar em tribunal o que afirmou”, reagiu o agente.