Mulher morta pelo marido em Vieira do Minho

O suspeito, um homem na casa dos 40 anos, entregou-se às autoridades.

Foto
Nelson Garrido (arquivo)

Uma mulher foi morta pelo marido na noite de quarta-feira em Vieira do Minho, distrito de Braga, com o suspeito a entregar-se às autoridades, disse à Lusa fonte da GNR.

"Tratou-se de um homicídio de uma mulher num quadro de violência doméstica. O marido entregou-se às autoridades e está detido", disse fonte da GNR.

Ana Paula, 39 anos, tinha dois filhos em conjunto com o principal suspeito. O casal esteve emigrado em Londres e voltaram a Vieira há cerca de um ano, conta o Diário do Minho. Exploravam um restaurante, situado no rés-do-chão da casa onde viviam. 

Ao Diário de Notícias, fonte da associação de bombeiros de Vieira do Minho contou que havia um historial de "desentendimentos" entre o casal, mas fonte da GNR disse à Lusa que não tinha registos do historial do casal. 

"A Polícia Judiciária foi chamada ao local e está a investigar a ocorrência", acrescentou a fonte da GNR.

Foi a 11.ª mulher vítima de violência doméstica desde o início do ano, a par com a criança de dois anos que morreu no mesmo contexto. Nesta quinta-feira assinala-se, pela primeira vez, um dia de luto nacional pelas vítimas de violência doméstica.

Ao longo de todo o ano de 2018 morreram 28 mulheres vítimas de violência em contexto doméstico, segundo o observatório da UMAR (União de Mulheres Alternativa e Resposta). O dia de luto nacional serve, segundo Mariana Vieira da Silva, ministra da Presidência e da Modernização Administrativa, que fez a proposta ao Conselho de Ministros, para consciencializar sobre o problema e homenagear as vítimas.

Notícia actualizada às 10h36 do dia 7 de Março com mais informação. 

Sugerir correcção