Polícia Judiciária investiga caso de mulher encontrada morta em Corroios

Mulher foi encontrada sem vida no interior de um prédio. Não há indícios de crime, ao contrário do que foi noticiado inicialmente, e a mulher terá morrido na sequência de uma hemorragia grave.

Foto
Adriano Miranda

Uma mulher foi encontrada morta esta quarta-feira em Corroios, no concelho do Seixal, disse à Lusa fonte da PSP, referindo que o caso está a ser investigado pela Polícia Judiciária (PJ). O primeiro alerta foi dado às autoridades pelas 19h25.

Num primeiro momento, fontes da PSP garantiram que os indícios apontavam para um homicídio com recurso a uma arma branca, mas o PÚBLICO veio a apurar, mais tarde, que os primeiros trabalhos de investigação levados a cabo pelos investigadores no local permitiram concluir que não há, afinal, indícios de crime, não havendo terceiros envolvidos na situação nem lesões detectadas no corpo ou armas no local. A mulher terá morrido na sequência de uma hemorragia grave, o que deverá ser confirmado pela autópsia que será entretanto feita. Esta informação foi confirmada ao PÚBLICO por fontes da PJ.

A primeira informação da PSP, adiantada pela agência Lusa citando fontes desta polícia, dava conta de que “todos os indícios apontavam para um homicídio, com recurso a uma arma branca, de uma mulher com 47 anos, em Corroios” e que “a vítima foi encontrada na zona do hall, já no interior de um prédio”.

Fonte dos Bombeiros Voluntários do Seixal também confirmou ao PÚBLICO a ocorrência, mas sublinhou apenas que "a vítima foi encontrada com muito sangue à volta do corpo" e que “nesta fase é precoce estar a falar de suspeitos em concreto”.

Foram chamados a esta ocorrência a PSP, os bombeiros do Seixal e a Viatura Médica de Emergência e Reanimação (VMER) do Hospital Garcia de Orta, com o óbito a ser declarado no local.

Notícia corrigida às 23h16. Ao contrário do que as primeiras informações - adiantadas pela Lusa que citava fonte da PSP - davam conta, não há indícios de crime, e a morte terá resultado de uma hemorragia grave.

Sugerir correcção