Torne-se perito

Youtubers dizem ao Presidente Bouteflika: “No You Can’t”

Nas redes sociais, a a contestação à recandidatura do Presidente argelino é liderada por dois jovens no YouTube.

Foto
Anes Tina YouTube

Uma contestação jovem precisa de caras jovens. Além das dezenas de milhares de pessoas nas ruas argelinas, duas caras ressurgiram, provocando entusiasmo com críticas mordazes ao sistema: são os youtubers como DZJoker ou Anes Tina, que já tinham criticado o regime nas eleições anteriores.

Anes Tina faz um vídeo que sabe, como diz, “que não vai mudar nada, apenas me vai trazer problemas”. Mas o youtuber decide ainda assim “transmitir uma mensagem”. E esta é: “Este é o teu dever, este é o teu povo, este não é um favor. Gostaríamos muito que vás descansar”. Anes Tina sublinha que não quer comparar Bouteflika com outro Presidente: “De qualquer maneira, não conheci outro: governaste-me toda a minha vida”. Conclusão: “Não ao quinto mandato Sr. Presidente. No You Can’t”.

Já DZ Joker teve um sucesso considerável com um vídeo de 2017 em que apelou ao boicote às eleições legislativas do ano passado, uma posição decididamente pouco popular para o regime, mas cuja crítica em vídeo atraiu milhões de visualizações. Denunciando pobreza, mau gasto de dinheiros públicos, e o estado calamitoso da educação, falava ainda dos que morrem nos barcos para procurar uma vida melhor na Europa e concluía: “Querem-me ver partir, mas é aqui que quero viver”.

Desta vez, DZ Joker fala de Bouteflika como um quadro que não se consegue tirar da parede: “Estás seguro por muitos pregos”, e os pregos “têm medo”: “Sabem que os vamos deitar fora depois de te termos tirado da parede”. O quinto mandato? “Esquece.” Mas “vamos deitar-te fora de modo pacífico, sem estragar a nossa casa.”

Sugerir correcção