Quando dois ilustradores canadianos andam de mãos dadas em Lisboa…

Fotogaleria

…há um eléctrico em que os passageiros quase parecem sardinhas em lata — e em corso — e um urso gigante que compra flores. E há artistas de rua que encantam a pequenada e pequenos animais a atirarem aviões de papel. Tudo isto acontece quando um rapaz calcorreia as ruas de Lisboa de caderno na mão, mano a mano com uma rapariga que também não larga os seus lápis. Dão pelo nome de Cale Atkinson e Jessika von Innerebner e são dois artistas de Kelowna que desde Janeiro trocaram o clima gélido do Canadá pelo braseirinho alfacinha.

Ilustradores profissionais, autores de vários livros infantis, têm partilhado com quem os segue as suas impressões de Portugal. "Lisboa tornou-se num dos nossos locais preferidos para receber luz do sol e inspiração", escreve Jess ao P3. E "há tanto para gostar" por cá, diz, desfiando depois uma pequena lista: "comida deliciosa, música no ar, street art em todas as esquinas, clima óptimo, pessoas amigáveis e, claro, todos os maravilhosos edifícios coloridos e com azulejos". 

Esta é a segunda visita do casal, que costuma aproveitar o Inverno canadiano para se aventurar em climas mais amenos. "Nos últimos anos, já viajámos para muitos locais, mas depois de visitarmos Portugal no ano passado, apaixonámo-nos e sabíamos que tínhamos de voltar." Até Março, por aí estarão, "perdidos" por Alfama ou na neblina "mágica" de Sintra, a desenhar o que vêem. "Usando a inspiração à nossa volta para criar peças que tenham a mesma surpresa e magia que sentimos por aqui."

Cale Atkinson
Cale Atkinson
Cale Atkinson