No Dia de São Valentim, o "coração" de Joana Vasconcelos bate na cidade do amor

A obra "Coração de Paris", composta por 3800 azulejos, é o novo símbolo do 18.º bairro parisiense.

Foto
LUSA/JOSEPHINE CRUEDER

A mais recente obra da artista portuguesa Joana Vasconcelos, inaugurada esta quinta-feira em Paris, junto à Porte de Clignancourt, é um coração gigante composto por 3800 azulejos pintados à mão. O coração acende ao ritmo dos batimentos cardíacos e tem um movimento rotativo.

A obra foi encomendada a pedido de várias organizações de moradores do 18.º bairro parisiense, no norte da capital francesa. Segundo a câmara de Paris, o desafio lançado a Joana Vasconcelos, que nasceu naquela cidade, foi criar "um símbolo universal para um bairro do Mundo”. 

Na inauguração do Coeur de Paris (Coração de Paris, em português) estará o embaixador de Portugal em França e vários autarcas da capital gaulesa. Decorrerá ainda um baile popular para assinalar o dia de São Valentim.