O caso de Adnan Syed chegou à HBO

No final de 2014, o mundo ficou obcecado pela morte de Hae Min Lee e pela figura de Adnan Masud Syed, o ex-namorado condenado a prisão perpétua em Fevereiro de 2000 pelo homicídio da jovem de 18 anos, em Baltimore, EUA. Durante algumas semanas, milhões de pessoas reviveram os eventos ocorridos 15 anos antes, presumiram inocência ou apontaram o dedo, comoveram-se e irritaram-se. Tudo à boleia de um podcast, Serial, e da voz da jornalista Sarah Koenig. 

Os 12 episódios (e os três updates) da primeira temporada, que se debruça precisamente neste caso, terão sido descarregados 175 milhões de vezes, dizia a Variety em 2017. O podcast, e respectivo sucesso, deu uma nova visibilidade a toda a história e expôs as debilidades da investigação do crime. O caso acabou por ser reaberto e Sayed, hoje com 35 anos, aguarda um novo julgamento. 

Ora, agora é a HBO que vai mergulhar na história com The Case Against Adnan Syed, uma série documental de quatro episódios. Realizada por Amy Berg, chega ao mundo na Primavera e promete "novas revelações". Entretanto, o trailer anda aí — e deixa água na boca.

Sugerir correcção