Na nova esplanada de Lisboa, a ver o Tejo e os cruzeiros passarem

Agora sim, o Terminal de Cruzeiros de Lisboa ganhou um café-restaurante com esplanada. É um Choupana, casa de afamados croissants e agora com brunch diário.

Foto
Nuno Ferreira Monteiro

Do novo café-restaurante da Choupana avista-se o rio Tejo, a Ponte 25 de Abril, o Cristo-Rei e, de vez em quando, grandes, grandes cruzeiros. O novo espaço desta cadeia acaba de (re)abrir no Terminal de Cruzeiros de Lisboa, no cais de Santa Apolónia.

A inauguração foi no final de Janeiro mas, devido a problemas técnicos, foi sol de pouca dura - entretanto, está tudo resolvido, asseguram-nos, e, esta semana, voltou a entrar ao serviço. 

PÚBLICO -
Nuno Ferreira Monteiro
PÚBLICO -
Nuno Ferreira Monteiro
PÚBLICO -
Nuno Ferreira Monteiro
Fotogaleria
Nuno Ferreira Monteiro

Estando quase colada ao Tejo, a nova Choupana prepara-se para ser a nova menina bonita de lisboetas e visitantes que não passam sem uma esplanada com boas vistas. É de esperar grande afluência, especialmente aos primeiros dias mais primaveris e pelo Verão fora. No primeiro fim-de-semana, a esplanada já se mostrava continuamente cheia nas horas mais ensolaradas e era difícil encontrar um lugar. 

Na carta, há muitas novidades em relação ao que se já se conhece da Choupana, que se estreou em Lisboa, na avenida da República, em 2012. Uma coisa é certa: tendo conquistado muitos lisboetas com os seus croissants, estes vão estar sempre presentes, assim como a restante pastelaria e padaria de fabrico próprio. 

Segundo Fernando Lúcio, um dos criadores da empresa, o objectivo da nova casa é oferecer "um espaço diferente" do Choupana da República", com um "serviço mais calmo e um ambiente mais tranquilo", diz. 

PÚBLICO -
Nuno Ferreira Monteiro
PÚBLICO -
Nuno Ferreira Monteiro
PÚBLICO -
Nuno Ferreira Monteiro
Fotogaleria
Nuno Ferreira Monteiro

Em grande destaque da ementa no Terminal de Cruzeiros está o brunch servido diariamente (das 10h às 17h). Há três menus à escolha para desfrutar do pequeno-almoço tardio: o "Alfama"  (24 euros) é composto por um bife da vazia, salsicha toscana, batata rosti, bacon e ovo estrelado; o "Cruzeiro" (25 euros) oferece a opção de peixe com um bagel de salmão marinado, queijo creme, cebola roxa, alcaparras, cebolinho e limão; por fim, o "Ponte" (22 euros) destina-se aos vegetarianos que poderão apreciar uma selecção de legumes frescos, batata-doce e molho romesco

Os produtos habituais na Choupana marcam igualmente presença no brunch já que o mesmo inclui um cesto de pão, croissant, scone, cappuccino, sumos naturais, manteiga, doce, mel e iogurte.

Em relação à ementa da avenida da República, a Choupana oferece aqui mais opções de refeições quentes, pratos de peixe e carne ou vegetarianos. 

O espaço interior é mais pequeno quando comparado com o das Avenidas Novas – os metros a menos lá dentro são compensados cá fora pela esplanada com capacidade para 84 lugares e, onde, ao centro, se destaca uma árvore.

PÚBLICO -
Nuno Ferreira Monteiro
PÚBLICO -
Nuno Ferreira Monteiro
Fotogaleria
Nuno Ferreira Monteiro

Na nova casa Choupana é também possível alugar uma sala para eventos privados.