Estes guias de viagem põem no mapa negócios criados por mulheres

Em viagem, como apoiar negócios ou ir a restaurantes, bares ou lojas criadas por mulheres? Seguindo as propostas dos Feminist City Guides, disponíveis online.

Foto

Um guia para conhecer e apoiar a influência das mulheres nas cidades durante a viagem. Os Feminist City Guides (Guias Feministas de Cidades, numa tradução livre) põem no mapa restaurantes, bares, lojas ou centros culturais geridos por mulheres, museus que apresentem trabalhos de artistas do sexo feminino ou murais dedicados a mulheres que fizeram História.

Publicados na Unearth Women, uma revista criada muito recentemente a pensar em (e por) mulheres viajantes, estão disponíveis online em inglês e já contemplam mais de 20 destinos, incluindo Londres, Muscat, em Omã, Seul, capital da Coreia do Sul, Beirute, a do Líbano, entre outras. Um dos mais recentes destaca Brooklyn, o bairro nova-iorquino onde se registam mais pequenos negócios criados por mulheres nos EUA, segundo indica um relatório de 2016 que analisou esta realidade nas 25 maiores cidades do país.

Escritos por jornalistas locais ou viajantes e publicados semanalmente, os guias propõem viajar “pela lente da influência passada ou presente de mulheres naquele sítio específico”.