Sete ideias para sair esta semana

Homenagens em fronteiras, jardins e selos, para saborear até ao caroço.

Foto
Busto de Sophia no Jardim Botânico do Porto Paulo Pimenta

PORTO 
No jardim de Sophia

Jardim Botânico (Galeria da Biodiversidade)
Até 22 de Fevereiro

Para Sophia de Mello Breyner Andresen, o Jardim Botânico do Porto foi fonte de inspiração. Mas foi, primeiro, uma casa onde cresceu, quando os proprietários eram os seus avós. Agora, a propósito do centenário do nascimento da escritora portuense, o jardim dedica-lhe uma exposição. Pour ma Sophie convida a descobri-la através da sua biblioteca pessoal – ou melhor, de uma selecção de mais 300 livros, muitos deles assinados por outros grandes vultos da literatura, como Torga, Saramago ou Bessa-Luís. Foram recolhidos e escolhidos por Martim Sousa Tavares, neto de Sophia. "Foi durante as férias de Verão que me interessei pela primeira vez por esses livros, e comecei a constatar que muitos deles estavam assinados, alguns contendo mesmo dedicatórias belíssimas", conta, "e aqui começou a nascer a ideia de fazer algo com eles". O resultado está numa mistura de arquivo, fotografia e instalação, em que entram também ensaios, traduções, notas, recortes, correspondência e outros documentos do espólio pessoal de Sophia, muitos deles inéditos. Oxana Ianin, artista responsável pela concepção da exposição, descreve-a como "algo íntimo mas respeitador, pois revela a poeta vista pelos que a admiravam e conheciam". "Acho que atingimos um formato que é íntimo sem ser devassador", acrescenta, "e que poderá permitir ler Sophia através dos seus leitores".
Horário: terça a domingo, das 10h às 18h.
Grátis

PÚBLICO -
Foto
DR

MATOSINHOS 
Boca doce e romântica

Jardins da Biblioteca Municipal Florbela Espanca
De 2 a 17 de Fevereiro

Os paladares que se cuidem. Os corações também. Matosinhos tem sugestões para fazer água na boca a qualquer chocoólico. E, mais uma vez, serve-as mesmo a tempo do dia de São Valentim. A Festa do Chocolate apetrecha-se de bombons, brigadeiros, bombocas, tabeletes, bolos, gofres, cacau quente... Para não enjoar, nem tudo é doce: há variações amargas, salgadas e até apimentadas. A diversidade passa também por formatos, texturas e misturas com outros ingredientes. A par dos expositores, há espaços de degustação, oficinas para crianças e show cookings.
Horário: segunda a quinta, das 12h às 23h; sexta, das 12h às 24h; sábado, das 11h às 24h; domingo, das 11h às 23h.
Grátis

PÚBLICO -
Foto
DR

MONTALEGRE 
Contrabandistas a monte

Multiusos, 2 de Fevereiro

Ou, melhor dizendo, a Montalegre. Aqui culmina o périplo dos "contrabandistas" do Teatro da Garagem, depois de terem passado por Bragança, Vinhais e Lisboa. E não cobram um tostão. Falamos de Contrabando, a 96.ª criação da companhia, com texto e encenação de Carlos J. Pessoa. E, se falamos em tostões em vez de cêntimos, é porque a trama remete para as décadas de 1960 e 70, quando o termo ainda era usado nas transacções de quem movimentava mercadoria ilegalmente na fronteira de Trás-os-Montes com Espanha. A peça nasce de histórias verdadeiras, de depoimentos de pessoas que viveram essa época, de testemunhos dos que pertenceram a (ou contactaram com) esse "povo heróico", nas palavras de J. Pessoa, que se dedicou à actividade "para poder dar uma vida melhor aos filhos". Daí que retrate "as dificuldades, a miséria, mas também a grandeza, ousadia e a coragem" e encerre uma "lição de liberdade e superação".
Horário: às 21h30.
Grátis

PÚBLICO -
Foto

LISBOA e PORTO  
Música no caroço

Coliseu dos Recreios
Dias 5, 6, 8 e 9 de Fevereiro

Coliseu do Porto
De 15 a 17 de Fevereiro

Rezam as crónicas que Bruno Nogueira, Nuno Markl e Filipe Melo juraram não voltar a Uma Nêspera no Cu. Mas, depois da carreira "webisódica" e da versão ao vivo, ainda havia, afinal, sumo para espremer para mais uma aventura em palco. A diferença está na música adicionada. De resto, mesmo em forma de musical, o caroço do projecto humorístico é o mesmo: lançar os dilemas mais desafiantes, inimagináveis, provocadores e, definitivamente, não recomendáveis a almas sensíveis, com convidados/encurralados especiais a acompanhar.
Horário: às 21h30.
Bilhetes de 9,38€ a 22€

PÚBLICO -
Foto
DR

PORTIMÃO 
Filatelia atlética

Museu Municipal
Até 24 de Fevereiro

Jogos Olímpicos de Amesterdão, 1928. Campeonato do Mundo de Hóquei em Patins, 1952. O que têm em comum, para além de serem competições internacionais? Terem sido registadas em selos – selos esses que fazem parte da exposição O Desporto na Filatelia Portuguesa. Inaugurada em Portimão, no âmbito da sua programação enquanto Cidade Europeia do Desporto 2019, reúne exemplares produzidos ao longo de 120 anos, pertencentes à colecção do Museu Nacional do Desporto. Nestes selos está a promessa de uma viagem pela história do desporto, mas também do serviço postal (incluindo o ultramarino) e do próprio país, na companhia de memórias das mais diversas modalidades competições, instituições, equipas e personalidades.
Horário: terça, das 14h30 às 18h; quarta a domingo, das 10h às 18h.
Grátis

PÚBLICO -
Foto
Mário Marques

VINHAIS 
O bísaro é rei

Parque Municipal de Feiras e Exposições
De 7 a 10 de Fevereiro

Desde o início dos anos 1980 que Vinhais vem consolidando a reputação de capital do fumeiro, com uma feira cada vez mais concorrida em expositores e visitantes, movidos pela excelência dos produtos certificados da região. Na 39.ª edição da Feira do Fumeiro de Vinhais, a carne de porco de raça bísara torna a ser rainha, mas há outras atracções: concursos, demonstrações culinárias, um espaço gourmet, chegas de touros, demonstrações equestres, artesanato regional, um festival folclórico, exposições, uma conferência e animação musical, com destaque para o concerto de Anselmo Ralph no sábado, dia 9, às 22h.
Horário: quinta, das 14h às 20h; sexta e sábado, das 10h às 24h; domingo, das 10h às 20h.
Grátis

PÚBLICO -
Foto
Bruno Simões Castanheira

LISBOA
Pátio das provas

Praça do Comércio (Pátio da Galé)
De 8 a 10 de Fevereiro

Menos de um mês depois de ter entrado para o top da revista norte-americana Wine Enthusiast como um dos dez melhores destinos do mundo para o turismo de vinhos, Lisboa torna a montar uma montra de vinhos com vista para esta e outra região demarcada: a da Península de Setúbal. Chama-se Vinhos no Pátio e tem este ano como tema, precisamente, o enoturismo. Entre brancos, tintos, espumantes, rosés, aguardentes e moscatéis, mais de 200 néctares são dados a provar por produtores das duas regiões, que tanto trazem o timbre dos clássicos como novos lançamentos. A oferta, pensada para satisfazer simultaneamente conhecedores e curiosos, é complementada por degustações, petiscos, masterclasses e dicas de especialistas. Tudo, garante a organização, numa "atmosfera de partilha e descontracção".
Horário: sexta, das 18h às 22h; sábado, das 15h às 22h; domingo, das 14h às 19h.
Bilhetes a 4€ (inclui copo de provas); masterclasses gratuitas (mediante inscrição)

Guia do Lazer: Mais ideias para sair