Marselha punido com jogo à porta fechada

Em causa estão ainda os incidentes do Vélodrome, na recepção ao Lille.

Foto
LUSA/GUILLAUME HORCAJUELO

O Marselha-Bordéus, jogo em atraso da 18.ª jornada, disputar-se-á à porta fechada na sequência da interdição do Vélodrome,​ motivada pelos incidentes registados na recepção dos marselheses ao Lille, anunciou esta quarta-feira a Liga francesa de futebol (LFP).

"De acordo com a decisão da Comissão de Disciplina da LFP, de 28 de Janeiro, o jogo será disputado à porta fechada, no estádio Vélodrome", pode ler-se na nota divulgada na página oficial da LFP.

Na semana passada, a Comissão de Disciplina da LFP anunciou o encerramento preventivo do estádio, na sequência dos incidentes da 22.ª ronda do campeonato, dia 25 de Janeiro. Foi ainda aberto um inquérito aos incidentes que levaram à suspensão do jogo durante 38 minutos, depois do lançamento de um petardo que rebentou junto de jogadores e de um dos árbitros assistentes.

Este é mais um contratempo para o oitavo classificado da Ligue 1, já a nove pontos dos lugares de acesso à Liga dos Campeões.