Aveiro: Lançada petição a pedir uma ciclovia na Lourenço Peixinho

Documento tenta evitar que bicicletas tenham de partilhar a via com os transportes públicos.

Foto
Rui Gaudencio

Acaba de ser lançada, na Internet, uma petição em defesa da criação de uma ciclovia na Avenida Lourenço Peixinho, em Aveiro. O documento, dirigido ao presidente da autarquia e a “todos os aveirenses”, surge numa altura em que está já em fase final de execução o projecto para a requalificação daquela que é a principal artéria da cidade. “A câmara municipal de Aveiro quer que as bicicletas passem a circular na via destinada aos transportes públicos o que, apesar de legal, é uma má solução que vai prejudicar tanto a mobilidade suave como os transportes públicos”, contesta o promotor da petição.

O protesto, que já resultou também na criação de um grupo no Facebook, terá sido lançado por um cidadão, a título individual, mas merece o apoio e a concordância da Ciclaveiro – Associação pela Mobilidade Urbana em Bicicleta. “Nós próprios já tínhamos tomado posição em relação a esta matéria e não compreendemos como é que, existindo outras possibilidades, se vá misturar a circulação dos autocarros com a dos ciclistas”, declarou Joana Ivónia, da Ciclaveiro. Ao PÚBLICO, o promotor da petição, Ivo Angélico, disse ter já sido contactado por “várias associações e grupos de interesse de Aveiro a demonstrar o apoio à iniciativa”.

Actualmente, a circulação de bicicletas na avenida ainda vai sendo feita através do separador central, “no que resta da antiga via das Buga’s”, recorda Joana Ivónia. Depois da obra anunciada pela câmara municipal, as bicicletas passarão a circular numa via partilhada (os chamados corredores bus & bici), mas a ideia não agrada a todos. “Numa altura em que o paradigma de mobilidade está a mudar dando destaque à mobilidade suave, não podemos deixar a câmara municipal de Aveiro tomar esta má decisão que vai condenar as gerações de aveirenses até aos nossos netos”, é criticado na petição pública – ao início da tarde desta segunda-feira, contava com cerca de 130 assinaturas.

Para o presidente da autarquia, Ribau Esteves, esta tomada de posição surge fora do tempo. “Este projecto já está em fase final de projecto, estimamos avançar com o concurso público em Março e poder começar as obras em Setembro ou Outubro”, vincou o autarca.

“Esta discussão aconteceu há uns meses, agora é tempo de pensar lançar a obra”, fez questão de acrescentar Ribau Esteves, lembrando que esta opção pelos corredores bus & bici é algo que está cada vez mais “em voga”. “Com essa nota de que, em Aveiro, tanto o tráfego de taxis como de autocarros é baixo”, argumentou o presidente da câmara de Aveiro.