Carlsen à procura do sétimo triunfo em Wijk aan Zee

Magistral holandês reúne um leque muito forte de xadrezistas.

Foto
LUSA/FACUNDO ARRIZABALAGA

Começa neste sábado a disputar-se o primeiro magistral de xadrez do ano, no tradicional torneio da cidade holandesa de Wijk aan Zee, com o campeão mundial, Magnus Carlsen, à procura de alargar o seu recorde de seis triunfos na prova, que se realiza pela 81.ª vez, com a primeira edição a ter sido organizada no já distante ano de 1938.

O torneio reúne um forte lote de xadrezistas, com 12 dos 14 participantes possuindo rankings superiores aos 2700 pontos. Como principais opositores ao norueguês, surgem o azerbaijano Shakhtiar Mamediarov, actual número três do mundo, o chinês Ding Liren, quarto da hierarquia, o holandês Anish Giri, número cinco, e os ex-campeões mundiais Vladimir Kramnik e Viswanathan Anand, sétimo e oitavo, respectivamente.

Mesmo não se encontrando entre os dez primeiros, os dois outros russos, Ian Nepomniachtchi e Alexander Fedoseev, serão sempre adversários temíveis, bem como Teimour Radjabov, do Azerbaijão, ou o jovem polaco Jan Krzysztof Duda, o recente vice-campeão mundial de partidas-relâmpago.

Já o húngaro Richard Rapport, o actual campeão norte-americano, Samuel Sankland, ou o indiano Santosh Vidit, não deverão ser capazes de se intrometerem na luta pelo título. Este torneio será, também, uma prova de fogo para o jovem holandês Jorden Van Forrest, que se estreia nestas andanças e ocupa apenas a 192.ª posição da lista mundial.