"Não vos esqueceremos": Lisboa homenageia refugiados e migrantes mortos às portas da Europa

Organização HuBB – Humans Before Borders presta tributo às vítimas, este sábado, no Largo do Camões, e apela à consciencialização e mobilização dos cidadãos.

Foto

Os nomes daqueles que morreram durante as travessias irregulares do Mediterrâneo e das fronteiras europeias em 2018 vão ser evocados este sábado, pelas 15h, no Largo de Camões, em Lisboa, no evento #WeWontForgetYou​. A organização convida os portugueses a vestir preto e a dobrar um barco de papel, num gesto simbólico de homenagem às vítimas e de sensibilização para o problema da crise dos refugiados.

A iniciativa é da HuBB – Humans Before Borders , uma plataforma de sensibilização e acção contra o tratamento desumano e ilegal de migrantes e refugiados, e um protesto pelo “reconhecimento de que os direitos humanos têm que estar na base de qualquer decisão política”, salienta a organização em comunicado.

Segundo dados da Organização Internacional para as Migrações, em 2018, só no Mediterrâneo morreram um total de 2.297 pessoas naquela que é a fronteira mais mortal da Europa.