Gastronomia

No Ponto: leões, Rio Maior

Regularmente, a Fugas divulga um vídeo novo sobre um doce diferente.

Fotogaleria
Fotogaleria

Há quem certamente se lembre de uma história insólita, passada por volta de 1970, que foi amplamente noticiada na televisão da altura: fora avistado um leão nos campos de Rio Maior. Um leão verdadeiro, à solta. Acontece que era mesmo verdade. Terá fugido de um circo que tinha estado na região, terá sido ajudado por alguém, ainda cria, e andava já crescido a atacar o gado pelas zonas rurais de Rio Maior, qual savana de África.

Com esta história, a pastelaria Alcides viu a oportunidade de lançar um pastelinho para matar a nossa fome de leão: açúcar, doce de ovos, amêndoa e canela. Está feito o pastel, o leão de Rio Maior. 

PÚBLICO -
PÚBLICO -
Fotogaleria

A Doçaria Portuguesa

Cristina Castro criou o projecto No Ponto para registar e dar a conhecer os doces do país. Tem vindo a publicar a colecção A Doçaria Portuguesa, "os mais completos livros sobre a história e actualidade dos doces de Portugal". A investigação para este trabalho levou a autora a viajar por todos os concelhos em busca de especialidades doceiras. A partir da oportunidade de ver como se faz, de falar com quem produz, de conhecer vidas, histórias e tradições associadas à doçaria, surgiram os vídeos que desvendam um pouco de cada doce. Regularmente, a Fugas revela um vídeo novo sobre um doce diferente.