Pep Guardiola vence Jürgen Klopp e anima a luta na Premier League

O Manchester City bateu o Liverpool, por 2-1, e aproximou-se da liderança. Em Espanha, o Real Madrid empatou em Villarreal.

Foto
O City de Guardiola aproximou-se do Liverpool Reuters/JASON CAIRNDUFF

A 14 de Janeiro de 2018, em Anfield Road, Pep Guardiola viu fugir-lhe por entre os dedos a ambição de fazer história ao vencer pela primeira vez a Premier League sem qualquer derrota, após ser batido pelo Liverpool num dos melhores jogos da temporada 2017-18 (4-3). Praticamente um ano depois, o técnico espanhol pagou na mesma moeda e impôs a Jürgen Klopp o primeiro desaire em 2018-19 no campeonato inglês. Num jogo intenso e emocionante, o Manchester City derrotou o Liverpool no Etihad Stadium, por 2-1, e reduziu para quatro a desvantagem para os “reds”, que mantêm o comando da Premier League após 21 jornadas. Em Espanha, o Real Madrid não passou em Villarreal.

A história recente dos confrontos entre Pep Guardiola e Jürgen Klopp era favorável ao técnico alemão, mas desta vez foi o espanhol que ganhou o braço de ferro. Um dos poucos treinadores que pode orgulhar-se de ter mais vitórias do que derrotas no frente-a-frente com Guardiola (oito triunfos do alemão, contra seis do catalão após o jogo desta quinta-feira), Klopp tinha a oportunidade de colocar o City a uma dezena de pontos de distância, mas os “reds” foram pela primeira vez ao tapete esta época no campeonato inglês e a luta pela vitória na Premier League está relançada.

Com a mesma qualidade do confronto entre as duas equipas no início de 2018, o duelo entre o City e o Liverpool foi equilibrado e emocionante, com a primeira grande oportunidade a pertencer aos “reds”: aos 18’, a bola ficou a um par de centímetros de ultrapassar por completo a linha de golo da baliza defendida por Ederson. O golo, no entanto, surgiu na outra baliza. A cinco minutos do intervalo, Bernardo Silva assistiu Agüero e o argentino, com um remate forte, bateu Alisson.

A segunda parte começou com o City por cima, mas com o jogo aberto, o Liverpool chegou ao empate por Firmino. Com menos de 30 minutos para jogar, Guardiola respondeu trocando David Silva pelo alemão Gundogan, mas foi o outro germânico dos campeões ingleses que decidiu o jogo: com um excelente remate cruzado, Sané bateu Alisson pela segunda vez e deixou Guardiola a quatro pontos de Klopp.

Em Villarreal, num jogo em atraso da 17.ª jornada da liga espanhola, o Real Madrid manteve a irregularidade e perdeu dois pontos frente ao adversário do Sporting na Liga Europa. Santi Cazorla, aos 4’, colocou o Villarreal na frente, mas dois golos franceses (Benzema e Varane) colocavam os madridistas em vantagem ao intervalo.

Porém, a oito minutos do fim, Cazorla bisou e fixou o marcador final num empate a dois, resultado que deixa o Real na quarta posição, a sete pontos do líder Barcelona.