Balanço da operação de Natal da PSP regista aumento na sinistralidade rodoviária

O número de acidentes durante a época festiva aumentou, apesar da diminuição de vítimas mortais, em relação a 2017.

A operação registou 3063 acidentes de 14 a 31 de Dezembro
Foto
A operação registou 3063 acidentes de 14 a 31 de Dezembro Rui Gaudêncio

O balanço da operação de Natal da Polícia de Segurança Pública (PSP) registou um aumento na sinistralidade rodoviária nas cidades, ainda que o número de mortos e feridos graves tenham diminuído comparativamente a 2017.

De acordo com o comunicado enviado às redacções, entre os dias 14 e 31 de Dezembro, registaram-se 3063 acidentes, mais cinco que no período homólogo de 2017. As duas vítimas mortais registadas distanciam-se dos números de 2017, ano em que oito pessoas perderam a vida nas estradas durante a quadra festiva.

O número de feridos graves diminuiu de 49 para 37 em 2018, contudo, o registo de feridos ligeiros decorrente da sinistralidade rodoviária aumentou de 870 para 942, em relação à mesma época do ano, em 2017.

O balanço final da operação que teve como principal objectivo “incrementar o sentimento de segurança dos cidadãos nas áreas comerciais, eixos rodoviários, sistemas de transporte público e locais de grande concentração de pessoas” contabilizou 805 detenções, das quais 272 por condução com taxa de alcoolemia igual ou superior a 1,2gr/l e 115 por condução sem habilitação legal para o efeito.

Nesta mega-operação foram ainda apreendidas 439.460 doses de estupefacientes e 33 armas de fogo. Estiveram no terreno 11.313 operacionais, acompanhados por 2.908 meios motorizados.