O que chega e o que vai

As vidas pendulares de Cristina e João têm geografias e sonhos sem fronteiras

No ano em que Cristina Botana chegou ao Porto, João Nuno Brochado saiu. Ela deixou a Corunha para estudar modos de habitação informal. Ele foi para Macau para dar aulas e lastro à criatividade de cineasta. Duas histórias sobre cidades em movimento com o Porto em comum.