David Justino sobre Marques Mendes: “ultrapassou todas as linhas vermelhas”

Vice-presidente do PSD acusa comentador da SIC de "falta de ética" e de ter recorrido ao "insulto" contra Rui Rio.

David Justino
Foto
David Justino Nuno Ferreira Santos

O vice-presidente do PSD David Justino acusou nesta segunda-feira o comentador e antigo líder social-democrata de ter ultrapassado “todas as linhas vermelhas”, ao ter declarado, no seu espaço de comentário de domingo na SIC, que Rui Rio e José Sócrates são “verdadeiros irmãos siameses” na vontade de controlar a justiça e a comunicação social.

“O doutor Marques Mendes ultrapassou todas as linhas vermelhas entre o que é um actual presidente do PSD e um antigo presidente do PSD”, declarou Justino, na SIC Notícias, respondendo às críticas de Mendes sobre as propostas do PSD para a reforma do Conselho Superior do Ministério Público. “Há aqui um dever e uma falta de ética no que diz respeito ao relacionamento entre duas pessoas que são do mesmo partido que é intolerável”, disse, acusando Marques Mendes de ajudar o Governo.“O doutor Marques Mendes gosta muito de dar lições sobre como fazer oposição, mas na verdade o que está a fazer é a levar o Governo ao colo”, acusou.

David Justino criticou ainda a actual procuradora-geral da República, Lucília Gago, que sugeriu poder demitir-se, caso seja alterada a composição do Conselho Superior do Ministério Público. “É uma pressão quase que inqualificável da procuradora-geral da República sobre um órgão de soberania eleito pelos portugueses que é a Assembleia da República”, disse, defendendo a presença de uma maioria de elementos da “sociedade civil” no conselho e criticando uma “visão corporativa” de “órgãos que se autonomeiam a si próprios”.

“Nem da parte do doutor Rui Rio ou da direcção do PSD qualquer intenção conspirativa de mudar ou controlar o Ministério Público”, disse o vice-presidente social-democrata.

Rui Rio não deixou de se referir às palavras de Marques Mendes. Na sua conta oficial da rede social Twitter, rejeitou querer controlar o MP. “Andam por aí a agitar que quer controlar o Ministério Público, porque defendo que haja uma maioria de personalidades da sociedade civil nos eu conselho superior. Como no Conselho [Superior] da Magistratura já é assim, para essas mentes, se calhar, eu já controlo hoje a Magistratura Judicial”, acrescentou.

O vice-presidente do PSD, Salvador Malheiro, não perdeu tempo a reagir às declarações do comentador da estação de televisão. “Ao comparar Rui Rio a Sócrates, Luís Marques Mendes foi longe de mais! Que vergonha! O Luís Marques Mendes perdeu toda a credibilidade juntos dos portugueses," escreveu Salvador Malheiro, da direcção nacional do PSD.