Carteiristas roubam polícia, são apanhados e libertados

Carteiristas tentaram assaltar agente da PSP na estação do Martim Moniz, em Lisboa. Foram detidos, mas acabaram por sair em liberdade.

Foto
Nos últimos meses, os indivíduos foram indiciados em mais de 15 situações semelhantes, nunca sendo condenados Rui Gaudencio

Na estação de metro do Martim Moniz, em Lisboa, dois carteiristas resolveram assaltar uma agente da PSP, sob o pretexto de a ajudarem a transportar as malas. Enquanto um a auxiliava, o outro retirou-lhe o telemóvel do interior do casaco.

Ao dar-se conta, a agente interceptou um dos assaltantes, mas o outro pôs-se em fuga. Os ladrões, de 23 e 29 anos, longamente referenciados por esta prática criminosa, acabaram detidos após a agente ter entrado em contacto com os colegas que se dedicam ao combate de carteiristas e que conseguiram deter o outro elemento da pandilha.

Nos últimos meses, os indivíduos foram indiciados em mais de 15 situações semelhantes, nunca tendo sido condenados.

“Tendo ambos penas de prisão suspensas, foram presentes na instância Local de Pequena Criminalidade para primeiro interrogatório judicial, tendo sido libertados com leitura de sentença adiada para nova data”, informa, em comunicado a PSP.