Torne-se perito

Guilherme Figueiredo recandidata-se a bastonário dos Advogados

Há "questões internas por resolver" e programas "ambiciosos que precisam ser concluídos", afirma.

Foto
Paulo Pimenta

O bastonário da Ordem dos Advogados, Guilherme Figueiredo, anunciou neste sábado a sua recandidatura. A eleição para o triénio 2020-2022 terá lugar em Novembro de 2019.

“Na base desta decisão estão algumas questões internas por resolver e programas de natureza política mais amplos e ambiciosos que precisam ser concluídos”, fez saber em comunicado.

Guilherme Figueiredo foi eleito em Dezembro de 2016 e tomou posse a 11 de Janeiro de 2017. Nesse dia, em entrevista ao PÚBLICO, afirmou que “um dos grandes problemas” da Justiça é a lentidão da mesma. “E gera um problema de confiança. Se perguntar ao cidadão se confia na Justiça, provavelmente a grande maioria das respostas é que não confia. E isto traz um problema acrescido que é o afastamento do cidadão da Justiça. A lentidão está associada a outros problemas. Existe uma enormíssima falta de funcionários judiciais, existe falta de magistrados do Ministério Público e de magistrados judiciais. Existe falta em muitos tribunais de condições físicas.”

Guilherme Figueiredo já se tinha candidatado a bastonário em 2013. Anteriormente, exerceu o cargo de presidente do Conselho Regional do Porto em dois mandatos. Tem 62 anos, é licenciado pela Faculdade de Direito de Coimbra e exerce advocacia desde 1984. Nasceu e vive no Porto, como recorda o comunicado deste sábado.

Sugerir correcção