Já há apresentador para os próximos Óscares: Kevin Hart

O cómico anunciou no Instagram que iria ser o anfitrião da cerimónia de prémios da Academia de Hollywood, a 25 de Fevereiro de 2019.

Kevin Hart, aqui ao lado de Mel B das Spice Girls, será o proximo apresentador dos Óscares
Foto
Kevin Hart, aqui ao lado de Mel B das Spice Girls, será o proximo apresentador dos Óscares Reuters/MARIO ANZUONI

Esta terça-feira, Kevin Hart, um dos cómicos mais populares dos Estados Unidos, anunciou no Instagram que iria ser, a 25 de Fevereiro do próximo ano, o apresentador da 91ª edição dos Óscares da Academia de Hollywood. Será a segunda edição dos prémios desde que rebentou o escândalo de assédio e abuso sexual #MeToo.

Hart sucede assim a Jimmy Kimmel, o anfitrião da edição do ano passado, numa tarefa para a qual, segundo um artigo publicado também na terça-feira na The Hollywood Reporter, estava a ser complicado encontrar alguém. Além de poucos dos apresentadores dos últimos anos, como Ellen Degeneres, o próprio Kimmel, Chris Rock – que, no Instagram, aquando do anúncio do novo apresentador, gozou: "Raios, perdi mais um trabalho para o Kevin Hart." –, Hugh Jackman ou Jon Stewart, terem voltado ao palco do Dolby Theatre (antigo Kodak Theatre) mais do que uma vez, ninguém chegou a mais do que duas rondas. É um número bem menor do que as 19 vezes que Bob Hope, noutra era, esteve à frente da cerimónia.

Hollywood Reporter mencionava também que nomes como Tina Fey e Amy Poehler, que fizeram dupla aos comandos dos Globos de Ouro três anos seguidos, entre 2013 e 2015, recusaram a tarefa, que pagará pouco para muito trabalho que não tem o retorno, em termos de prestígio e fama, que teria há uns anos. Outros nomes sonantes que declinaram o convite, de acordo com a publicação, incluem Oprah Winfrey, Julia Louis-Dreyfus, Jerry Seinfeld ou Justin Timberlake.

Kevin Hart, que esgota regularmente arenas com a sua comédia de stand-up, pôde ser visto, este ano, ao lado de Tiffany Haddish na comédia A Turma da Noite, realizada por Malcolm D. Lee, que teve estreia nas salas portuguesas no final de Setembro. No ano passado, foi um dos protagonistas de Jumanji: Bem-Vindos à Selva, que terá direito a uma sequela em 2019. É também dono da sua própria plataforma de streaming de comédia, Laugh Out Loud, não disponível em Portugal.

Em termos de apresentações de cerimónias, tem no currículo, por exemplo, os BET Awards de 2011, os MTV Video Music Awards de 2012 e os MTV Movie Awards de 2016, além do Comedy Central Roast de Justin Bieber.